Menu fechado

POR SAMIA MALAS

Medicina Intensiva: área tem obtido avanços importantes no Brasil

VEJA UM EXEMPLO DE HOSPITAL QUE TEM UMA UTI HUMANIZADA E AVALIE OS PRÓS E CONTRAS DE TER ESSE SERVIÇO EM SEU HOSPITAL VETERINÁRIO

INTERNAÇÃO COM ACOMPANHANTE DO SENA MADUREIRA, EM SÃO PAULO-SP: DIÁRIAS CUSTAM R$ 1.175,00 - Foto: Arquivo de Clinico Hospital Veterinario, Pet Shop & Hotel Sena Madureira

A gama de serviços que um hospital veterinário pode oferecer aos seus clientes é bastante grande. Assim, avaliar qual se encaixa no público da sua região é o primeiro passo para implementar uma novidade de sucesso. Pelo menos é o que recomenda o Dr. Mario Marcondes, diretor Clínico Hospital Veterinário, Pet Shop & Hotel Sena Madureira, de São Paulo-SP que, desde 2016, implementou um modelo de UTI mais humanizada, em que o tutor pode permanecer com o pet internado. “Resolvemos investir nesse serviço após percebermos uma demanda de nossos clientes para uma UTI mais humanizada onde os tutores pudessem acompanhar o tratamento do pet”, reforça o veterinário, que não pode divulgar os valores investidos para a adição desse serviço em seu hospital por políticas internas da empresa, mas aponta que a diária custa R$ 1.175,00, para dono e animal. “O quarto inclui no leito TV a cabo, ar condicionado, armário para pertences, suíte, mesa para refeições rápidas, sofá-cama, chamada hospitalar e monitoramento por câmeras”, lista Dr. Mario. Ele ainda ressalta que a equipe de enfermagem e veterinária fazem o acompanhamento por 24 horas, semelhante ao que acontece em quartos de hospitais para humanos. “Nessa diária incluímos as principais medicações – exceto medicação especial e exames, que são cotados a parte”, acrescenta.

O serviço é indicado para praticamente todo tipo de atendimento. “Apenas casos que requerem suporte de oxigenoterapia ou falta de ar não é recomendado esse tipo de serviço”, aponta Dr. Mario.

BENEFÍCIOS

Embora não hajam pesquisas científicas que apontem os prós desse serviço, por sua experiência prática, Dr. Mario aponta a melhora mais rápida do animal, assim como o auxílio que os veterinários recebem em caso de animais mais agressivos e de difícil manejo, como dois pontos bastante positivos. “A presença  dos tutores auxilia acelerando a recuperação, pois o animal se alimenta melhor e se sente mais tranquilo durante o tratamento. Usamos também a internação para animais muito bravos em que a presença do tutor também humaniza o atendimento para auxiliar na administração de medicações”, destaca o veterinário. Aliás, permitir a permanência de familiares na UTI também é um serviço raro na medicina humana. Natália Miranda, diretora da Editora Top.Co., pôde sentir na pele os benefícios desse serviço quando seu pai ficou internado em um hospital cuja presença da família era permitida. “Quando meu pai foi transferido para um outro hospital em que nossa presença não era permitida, percebemos o quanto a parte emocional dele ficou abalada. Esse serviço faz toda a diferença para o paciente”, relata.